Um dia só é pouco. Todo dia é dia da mulher!
17452
post-template-default,single,single-post,postid-17452,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-9.1.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2,vc_responsive

08 mar 8 de março – Celebração de Conquistas

Compartilhe nosso blog nas redes sociais

O Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, tem como origem as manifestações das mulheres russas por melhores condições de vida e trabalho e contra a entrada da Rússia czarista na Primeira Guerra Mundial. Essas manifestações marcaram o início da Revolução de 1917. Entretanto a ideia de celebrar um dia da mulher já havia surgido desde os primeiros anos do século XX, nos Estados Unidos e na Europa, no contexto das lutas de mulheres por melhores condições de vida e trabalho, bem como pelo direito de voto.

No Brasil, no ano de 1932, foi firmado o voto feminino e alguns anos depois, as mulheres conquistaram o direito de serem eleitas em cargos do poder executivo e legislativo. Nos países ocidentais, a data foi esquecida por longo tempo e somente recuperada pelo movimento feminista, já na década de 1960.

Em 1975, foi designado pela ONU como o Ano Internacional da Mulher e, em dezembro de 1977, o Dia Internacional da Mulher foi adotado pelas Nações Unidas, para lembrar as conquistas sociais, políticas e econômicas das mulheres ao longo dos anos.

Ainda há muita luta e direitos à serem conquistados, mas diante de tanta coragem, força e otimismo. Hoje, o papel da mulher já é de suma importância no mercado de trabalho, no âmbito político e social.

Para celebrar esse dia, vamos relembrar algumas das mulheres que marcaram época e representaram a força feminina:

 

Malala Yousafzai (1997 a 2012)

A paquistanesa foi baleada na cabeça em 2012 aos 15 anos. A razão? Defender o direito à educação para mulheres, especialmente no Vale do Swat, onde o Talibã proíbe meninas de frequentarem a escola. Com 11 anos, ela escrevia um blog para a BBC, com um pseudônimo, falando sobre a vida sob o regime do Talibã e seus pontos de vista sobre isso. A jovem, que nunca teve receio de falar em público sobre suas ideias em defesa da educação feminina, deu entrevistas a diversos canais de TV e jornais e ainda participou de um documentário, sendo indicada ao Prêmio Internacional da Paz da Infância em 2011. Ela ganhou uma série de premiações por sua luta, incluindo o Prémio Sakharov.

Madre Teresa de Calcutá (1910 a 1997)

Fundadora da congregação Missionárias da Caridade, Madre Teresa era uma mulher de uma inabalável fé. Nascida na Turquia foi uma religiosa católica beatificada pela igreja em 2003. Considerada por muitos a missionária do século XX, dedicou sua vida para ajudar aos pobres. Madre Teresa também detém o Nobel da Paz de 1979.

Evita Perón (1919 a 1952)

Primeira dama argentina após a eleição de Juan Domingo Peron, Maria Eva Perón trabalhou como atriz, modelo e locutora. Dedicou sua vida na luta dos direitos das mulheres. Morreu aos 33 anos vítima de um câncer no útero. Seu cadáver foi embalsamado e seu corpo ficou exposto à visitação até que, durante o golpe de Estado que derrubou Perón, seu cadáver foi roubado e enterrado no Cemitério Monumental de Milão.

Joana D’Arc (1412 a 1431)

Conhecida também como Donzela de Orleans, Joana foi uma heroína francesa e hoje é santa da igreja católica. É a santa padroeira da França e foi chefe militar na Guerra dos 100 anos. De origem camponesa, era modesta e analfabeta e considerada uma mártir. Foi canonizada em 1920 e morta na fogueira 5 séculos antes acusada de Heresia.

Irmã Dulce (1914 a 1992)

Conhecida como Anjo da Bahia, Irmã Dulce, religiosa católica, dedicou sua vida a ajudar aos outros, principalmente aos mais necessitados, obra que praticava desde muito nova. Foi responsável por ajudar na criação de várias instituições filantrópicas. Irmã Dulce foi uma das mais importantes, influentes e notórias ativistas humanitárias do século XX. Suas grandes obras de caridade são referência nacional, e ganharam repercussão pelo mundo, tanto que seu nome é sempre relacionado à caridade e amor ao próximo.

Lady Diana (1961 a 1997)

Conhecida mundialmente por Lady Di, foi a primeira esposa do Príncipe Charles, filho mais velho e herdeiro de Elizabeth II, rainha do Reino Unido. Lady Di foi uma filantropa e responsável por atitudes solidárias com os mais desfavorecidos. Ficou conhecida especialmente pelo o seu envolvimento em campanhas de combate à AIDS. Morta em um controverso acidente de carro, Lady Di foi responsável pelo segundo maior luto do Reino Unido. O funeral foi assistido por cerca de 2,5 bilhões de pessoas, tornando-se um dos eventos mais assistidos da história da televisão.

Maria da Penha (1945)

Biofarmacêutica nascida em Fortaleza, em 1945, Maria da Penha Maia Fernandes lutou para que seu marido e agressor fosse condenado. Seu caso deu origem à lei hoje conhecida como Maria da Penha, sancionada em 2006. Em 1983, seu marido, o professor colombiano Marco Antonio Heredia Viveros, tentou matá-la duas vezes, fazendo com que ela ficasse paraplégica. Sua história chegou à Comissão Interamericana dos Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA) e foi considerada, pela primeira vez, um crime de violência doméstica. Atualmente, ela é líder de movimentos de defesa dos direitos das mulheres.

Esses são alguns de uma série de nomes marcantes da história que servem de exemplo e inspiração para as meninas e mulheres de hoje em dia!

O Dia da Mulher serve para que todas as mulheres sejam homenageadas com presentes, flores, carinho e atenção, mas principalmente para lembrar a luta na era moderna que com uma força sem igual, alcançaram seus direitos. Ser mulher é fazer parte de uma história de conquista, rica em coragem e determinação!

A beleza de uma mulher vai muito além de sua aparência, ela está ligada a força do seu caráter e na generosidade do seu coração.

Por isso, um dia só é pouco para homenagear mulheres tão guerreiras e fortes, que lutam todos os dias para serem  mães, esposas, donas de casa e profissionais melhores. E que com dedicação, sabedoria, delicadeza e principalmente muito amor, transformam o dia-a-dia em algo suave e encantador.

Parabéns a todas as mulheres!

Sem comentários

Post um comentário

Watch Dragon ball super